22/08/2019
O clima e a qualidade das pastagens
Manter uma pastagem de qualidade é peça-chave para a atividade pecuária. Afinal, ela é a fonte proteica do gado criado até o período de abate, que deve ser mantido saudável e engordando. Saiba mais.

Manter uma pastagem de qualidade é peça-chave para a atividade pecuária. Afinal, ela é a fonte proteica do gado criado até o período de abate, que deve ser mantido saudável e engordando.

O manejo do produto depende de inúmeros fatores. É preciso conhecer como deve proceder a adubação, a irrigação, entre outros. Porém há um fator que independe de controles a alcance manual: o clima. Ele tem se transformado intensamente nos últimos tempos e pode impactar de formas inesperadas na qualidade das pastagens. 

Mais temperatura, menos proteínas


Alguns estudos já feitos comprovam a forte relação entre o clima e a qualidade das pastagens. No cenário atual, as temperaturas médias vêm se alterando significativamente e já se espera um aumento de 2ºC para as próximas décadas. Com isso, a forte exposição da área a compromete – ela se torna menos proteica e mais fibrosa.

Esta transformação na qualidade da pastagem altera a capacidade de digestão do gado. Ela se torna mais demorada. Sendo assim, acabam precisando ingerir uma maior quantidade de alimento para alcançar o peso ideal para abate. Neste processo, acabam também produzindo mais metano, um ponto gás causador do efeito estufa.

A ciência está de olho


Através de alguns experimentos, alguns integrantes das universidades FFCLRP, USP, Instituto de Botânica de São Paulo, IFG, Unesp e de Illinois buscaram determinar com precisão o impacto destas mudanças. Foram colocados aquecedores infravermelhos em canteiros com uma espécie de capim panicum, seguindo a temperatura prevista de 2ºC acima da ambiente.

Durante o processo, foram analisadas as trocas gasosas das plantas com a atmosfera, a fotossíntese, fluorescência da clorofila, produção de folhagem e qualidade nutricional. E daí a constatação: em condições de seca e alta temperatura, as plantas entram em processo de economia de água do solo. Com isso, a fotossíntese é reduzida e a qualidade da planta cai significativamente.

Outros resultados vindos do estudo foram o aumento de fibras e redução de proteínas, mencionados inicialmente. A partir destas importantes conclusões, surgem as maiores necessidades de estudo de soluções.

Como tratar minha pastagem?


Ciente da influência do clima na qualidade das pastagens, os cuidados devem acabar dobrando para que a produção desejada não pare. Entre algumas das soluções, aponta-se a expansão destas áreas. Porém, há riscos de grande contribuição com o desmatamento, que já está desregulado. Sendo assim, opte por algumas destas adaptações em suas áreas:

1)      Manutenção da adubação da pastagem:


Funciona como uma constante correção dos níveis de nutrientes presentes no solo. Esta adubação deve acontecer de forma equilibrada, após análise do tipo de terreno que se está lidando. Tomar estes cuidados garante o direcionamento, principalmente, de custos adequados ao estado nutricional e grau de fertilidade de sua área.

E fique atento: em alguns casos a adubação pode também não ser a melhor saída. Confira aqui maiores detalhes sobre como não errar na hora de adubar.

2)      Irrigação:


A correta irrigação é uma forma de proporcionar crescimento da forragem quando há limitação hídrica e problemas com adequação de temperatura. Ela é capaz de viabilizar a utilização da sobressemeadura de forragens de clima temperado, reduzindo os volumosos suplementares que pesam os custos.

Na hora de selecionar o tipo de irrigação mais adequado, é preciso levar em conta, novamente, tudo o que envolve tamanho, tipo e volume do que é produzido na pastagem.
 

3)      Seleção das melhores sementes


A rentabilidade do negócio depende bastante da semeadura. Em tempos de estiagem e altas temperaturas, as forrageiras mais resistentes à seca saem em vantagem. Em geral, elas possuem maior capacidade de se desenvolverem rapidamente.

Em outro momento, já contamos um pouco mais sobre as brachiarias, consideradas uma ótima aposta para pastagens. Vale a pena conferir!

Nós da Sementes Santa Fé dispomos de uma grande lista de opções para driblar as limitações de sua pastagem. Entre em contato conosco para conhecer melhor e fazer sua escolha!