16/09/2019
Por que o capim braquiária o mais escolhido entre os produtores rurais?

Houve o tempo em que a braquiária era usada apenas para a alimentação do gado. Mas sua função vai muito além disso. Ela tem um enorme valor tanto na agregação quanto na restruturação do solo. Veja a seguir!

Normalmente as chuvas acontecem entre os meses de outubro/novembro a março/abril, aliadas às temperaturas mais elevadas e a maior quantidade de horas de luz por dia. Ou seja, pouca chuva e muita estiagem.

E é exatamente neste contexto que entra a necessidade do capim braquiária. Principal espécie de ferrageiras resistentes a seca.

Características do capim braquiária


·         São forrageiras com alta produção de massa seca;

·         Suas principais espécies são estoloníferas (plantas que possuem caules aéreos);

·         Tem uma ótima adaptação a vários solos;

·         São resistentes a doenças e se propagam bem durante todo ano.

Braquiárias mais usadas no Brasil

 

·         Braquiária Decumbens


Bastante palatável, tem baixa resistência a seca e é encontrada na região norte, nordeste e sudeste. Tem um crescimento prostrado e de formação rápida. Adapta-se bem em diversos solo e não exige fertilizante.

Bastante usada no cerrado ela tem uma enorme capacidade de cobrir o terreno e impedir erosões, por isso é muito usada em encostas.

Sua desvantagem está na pouca resistência de ataques de cigarrinha.

·         Braquiária Mutica x Radicans


Consiste no cruzamento da Braquiária Mutica com a Braquiária Radicans que deu origem ao Capim Pangola é indicada para regiões chuvosas e de solos encharcados.

Ela é plantada através de mudas.


·         Braquiária Brizantha


Com boa resistência à seca, ela é muito utilizada no Brasil. Ela é considerada uma braquiária exigente. Não resiste a solos encharcados, no entanto sobrevive bem em solos ácidos.

Ela é bem resistente à cigarrinha, o que lhe garante uma vantagem. Serve bem como tapume e produz uma boa fração de massa verde.

·         Braquiária Radicans

Muito tóxica, ela é já chegou a ter sua comercialização proibida na década de 70 pelo Ministério da Agricultura. É indicada para regiões de várzea.
Dona de uma certa agressividade ela domina totalmente o ambiente que invade.

·         Braquiária Humidicola


Sua origem é da África Equatorial e consegue se desenvolver espontaneamente na região da Amazônia.

Sua vantagem é a produção de fortes estolões com a alta habilidade de enraizamento, promovendo rápida cobertura do solo, que o protege e, ainda, compete com as pragas.

·         Braquiária Ruziziensis


Também de origem africana é bem aceita pelos animais, sendo indicada para a criação de bovinos para engorda e fenação.
Tem uma grande vantagem quando se trata de cobertura do solo.
Diversos agricultores têm usado a Ruziziensis para o cultivo de soja.

Esperamos que tenha compreendido bem sobre o uso do Capim Braquiária e qual a melhor espécie para a sua necessidade. E se ainda tem dúvidas entre em contato conosco. Teremos o maior prazer em atendê-lo.