22/08/2019
Você conhece a melhor época para se plantar forrageiras?

Com o início do inverno neste mês de Junho, alguns desafios são lançados para o plantio de forragens. Isso faz com que esta época se torne ideal para planejar a próxima plantação e decidir o passo a passo com muito mais eficiência.
 
Para ajudar com isso, hoje você vai conhecer a melhor época do ano para se plantar forrageiras e garantir que sua produção alcance o potencial máximo.
 
Para crescer e desenvolver-se, as plantas precisam, de forma resumida, de três elementos fundamentais: água, luz solar e nutrientes. É necessário estar atento ao acesso que sua plantação tem a eles.
 
A luz solar é oferecida pela natureza, então só precisa de um ambiente que permita o contato. Os nutrientes podem ser fornecidos pelo solo, caso o terreno seja rico e fértil, ou pelo manejo de adubação, de acordo com a necessidade da espécie plantada.
 
O terceiro elemento, a água, é um suprimento de extrema importância para que a semente da forrageira germine com saúde. Um crescimento saudável permitirá um acesso mais rápido do gado ao alimento, e consequentemente, uma criação dos animais com garantia de boa nutrição.
 
Portanto, a época de chuvas frequentes é ideal para o plantio, já que garante às forragens um acesso natural à água. A época com chuvas mais regulares geralmente se dá entre Setembro e Março.
 
Mas saber a época é apenas o primeiro passo para alcançar a eficiência no plantio. O segredo real que separa o sucesso do fracasso é o planejamento!
 
O planejamento se trata, principalmente, do preparo do solo (análise e práticas de correção), escolha do manejo e escolha da forrageira ideal.
 
Caso você ainda não saiba como escolher o tipo ideal, clique aqui confira o artigo que preparamos sobre como escolher a forrageira certa e extrair todo o potencial dela.
 
Com o planejamento realizado da forma correta, sua plantação terá uma absorção de água mais eficiente e exigirá menos recursos. 
 
Mas outros fatores interferem na hora dessa escolha. É importante ficar atento ao comportamento do dólar, por exemplo. Isto porque os insumos necessários para o plantio, como fertilizantes, têm seu preço ligado diretamente ao valor da moeda e podem encarecer o processo. 
 
Mesmo quem não tem a agricultura como principal fonte de renda pode sentir o impacto da variação de câmbio, uma vez que todo o setor do campo sofre com ela.
 
Para entender melhor, confira a matéria que o G1, site da Globo, preparou com informações a respeito da preocupação dos produtores com o dólar neste ano-safra clicando aqui. 
 
Um plantio eficiente exige atenção e escolhas corretas, começando pela seleção do período e das sementes. Contar com um parceiro confiável e bem informado na hora do fornecimento é indispensável. 
 
Clique aqui para solicitar uma cotação conosco e comece a sentir a diferença.